Crueldade

Bebê jogado de ponte segue em observação em hospital

Bebê atirado de ponte permanece em observação, no Socorrão I. A criança foi jogada nesse domingo pela própria mãe, que foi presa em seguida

Vítima de uma brutalidade, onde foi jogado de uma altura de 30 metros, o bebê que foi arremessado da Ponte José Sarney, no São Francisco, no último domingo (18), está em observação no Hospital Municipal Djalma Marques (Socorrão 1).

A criança foi atendida na unidade de saúde e realizou vários exames. As primeiras avaliações físicas não detectaram nenhum sinal de fratura, apenas um hematoma nas costas.

No momento em que o menino foi arremessado, o local onde caiu estava seco e com muita lama, que amorteceu a queda. A criança ficou enterrada na lama e foi socorrida por policiais militares, que estavam de folga, e equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

A mãe da criança, identificada como Karla Regina Mendes Pereira, de 20 anos, foi presa em flagrante e autuada por tentativa de homicídio. A família alega que ela sofre de transtornos mentais. A polícia investiga o caso.

Caso Karla regina
Karla Regina Pereira Mendes, de 20 anos, que teria jogado a criança de uma altura de 30 metros, foi detida e encaminhada para o Plantão Central das Cajazeiras.

No Distrito Policial, Karla alegou sofrer de problemas psicológicos e ainda ter sido estuprada dentro de um hospital psiquiátrico de São Luís.

Policiais responsáveis pelo caso puxaram registros de Boletins de Ocorrência feitos no nome de Karla Regina e apareceram dois, sendo um em 2016 por abandono de incapaz, onde ela teria sido abandonada por seus responsáveis, e outro de janeiro deste ano, onde teria sido vítima de abuso sexual na unidade de saúde que estava internada para tratamento.

O caso será investigado, pois ainda não se sabe se a criança foi fruto de uma violência sexual.

De acordo com informações do delegado Ronilson Moura, responsável pelo caso, ele revelou que exames serão feitos para atestar a saúde mental de Karla Regina. “Se for confirmado, Karla será internada para tratamento”, disse o delegado. Karla foi autuada em flagrante por tentativa de homicídio. A criança foi encaminhada para uma unidade de saúde da capital.

VER COMENTÁRIOS
CONTINUAR LENDO
MOSTRAR MAIS