Faltam 6

Outro fugitivo de Pedrinhas é recapturado

Após “Nescau” ser capturado, passa para seis o número de apenados foragidos após a fuga da penitenciária em maio desse ano

Um dos foragidos do Complexo Penitenciário São Luís, identificado como Thalyson Henrique Rodrigues Cardoso, mais conhecido como “Nescau”, foi preso pela equipe do 9° Batalhão da Polícia Militar. A prisão aconteceu após investigações do batalhão na residência no Bairro de Fátima.

Para prisão de Nescau, a equipe policial realizou um cerco à residência, segundo o comandante do 9° BPM, Tenente-Coronel Harlan. O fugitivo ainda tentou escapar da guarnição fugindo pelos telhados das residências vizinhas. “No momento em que ele tentou se evadir do local, pulando alguns telhados de residências vizinhas, foi contido no telhado de uma das casa. Ele foi preso e apresentado às autoridades competentes, para que fossem tomadas as medidas cabíveis”, disse Harlan.

Segundo o superintendente Estadual de Investigações Criminais (Seic), o delegado Tiago Bardal, dezenas de depoimentos e interrogatórios já foram tomados na Seic e falta pouco para terminar as invesitigações do caso da fuga. “Atualmente às investigações aguardam o término de alguns laudos periciais e o resultado de algumas medidas cautelares para podermos concluir as circunstâncias do referido evento e as pessoas que de algum modo contribuíram para o resgate. Após os autos do Inquérito Policial serão encaminhados ao Poder Judiciário”, disse o delegado.

Confira a lista dos seis foragidos:
-Cláudio Kelson De Sousa Rodrigues, conhecido como “Kaká”
-Fernando Machado Vasconcelos, conhecido como “Geléia”
-Pedro Cezar Pereira Paz
-Raimundo Bruno Dos Santos Carvalho, conhecido como “Cataquinho”
-Ronaldo Mourao Teixeira
-Wellington Monteiro Dos Santos Alves.

Entenda o caso:

Dos 36 detentos que fugiram da Unidade Prisional de Ressocialização de São Luís 6 (UPSL 6), no dia 21 de maio desse ano, só faltam seis serem recapturados, de acordo com informações da Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap). A fuga ocorreu após a explosão de um muro do Centro de Detenção Provisória (CDP). O caso está sendo investigado pela Secretaria de Segurança Pública (SSP), através do Departamento de Combate ao Crime Organizado (DCCO) da Superintendência de Estado de Investigações Criminais (Seic). No momento do confronto foram baleados Geandro Silva Santos, conhecido como “Piolho”, e Jocimar Pires. O primeiro teve morte imediata e o segundo morreu no hospital.

Até agora 20 detentos já foram recapturados e nove foram mortos, totalizando 29, restando ainda seis fugitivos. Desde o momento da fuga, centenas de policiais civis e militares foram acionadas e estão desenvolvendo buscas visando a recaptura dos fugitivos. Paralelamente, foi instaurado inquérito para apurar responsabilidades.

VER COMENTÁRIOS
CONTINUAR LENDO
MOSTRAR MAIS