Sampaio

“Depois que eu enfrentei o Neymar, a gente perdeu o medo”

Francisco Diá, técnico do Sampaio Corrêa, revela que não tem medo de enfrentar Edgar e nem Pimentinha, pois já teve como adversário Neymar

O Sampaio Corrêa quer continuar na liderança do Grupo A da Série C do Campeonato Brasileiro. Mas para continuar na ponta da tabela, a Bolívia Querida precisa vencer o Remo-PA, no próximo sábado, no Estádio Mangueirão, em Belém-PA.
O jogo é um clássico regional e no último encontra entre as equipes, que aconteceu no Castelão, o jogo terminou em 1 x 1.
A dúvida naquela partida era se Edgar e Pimentinha iriam jogar, pois os dois atletas eram do Sampaio Corrêa e estão emprestados ao Clube do Remo.

O diretor de futebol paraense bancou os atletas e entraram em campo, sendo bastante hostilizados pela torcida tricolor. Desta vez a história é outra, pois o Sampaio joga na casa do adversário com o apoio da torcida azulina. Edgar e Pimentinha estão bem no Remo e em muitos jogos fazem a diferença.

Em entrevista coletiva na quarta-feira (30), um repórter perguntou ao técnico Francisco Diá sobre Edgar e Pimentinha. O treinador falou que depois de enfrentar o Neymar ele perdeu o medo de jogadores em campo. “Depois que eu enfrentei o Neymar, a gente perdeu o medo de qualquer jogador. Temos que nos preocupar com a nossa equipe, pois adversários nós temos enfrentado todos os dias”, disse Francisco Diá.

Diá vai definir substitutos do time
Muito perto de ficar entre os dois primeiros colocados no Grupo A, que dará o direito de decidir o mata-mata do acesso em casa, a equipe do Sampaio Corrêa trabalha de olho no Remo, próximo adversário na competição. O confronto ocorrerá neste sábado, às 16h15, no Mangueirão.

A preparação teve prosseguimento na tarde desta quinta-feira, em movimentação no CT José Carlos Macieira. Dia de trabalhar fundamentos técnicos, transições de jogadas, chegada na linha de fundo dos laterais e conclusões a gol.

O treinador Francisco Diá começou a trabalhar na montagem do time titular quando definiu os substitutos de Maracás, Zaquel, Esquerdinha e Isac.

A princípio, as dúvidas residem do meio pra frente, já que Odair Lucas retorna de suspensão e deve reaparecer na defesa, enquanto Jerffeson Recife é o mais cotado para substituir Esquerdinha. “O professor Diá me conhece e sabe a melhor forma como eu posso ajudar a equipe. Estou pronto e treinando forte para corresponder bem em campo caso seja escalado”, destacou o lateral Jerffeson Recife.

A delegação seguiu viagem para Belém-PA, na madruga desta sexta-feira, onde fará um trabalho no Mangueirão, para encerrar a preparação.

VER COMENTÁRIOS
CONTINUAR LENDO
MOSTRAR MAIS