"Justiça" nas próprias mãos

Polícia investiga os bandidos “justiceiros”

Recentemente a Polícia Civil do MA apreendeu uma menor de 16 anos após cometer assalto, ao chegar à delegacia, foi visto que na mão da menor estaria alguns pinos ortopédicos

Desde o mês passado, vários vídeos circulam na internet, onde bandidos “justiceiros” procuram punir criminosos da mesma quadrilha, que cometem assaltos em área demarcada como proibida. No inicio do mês, o vídeo de uma quadrilha do Parque Jair, bairro que fica na cidade de São José de Ribamar, região metropolitana da capital, mostra como a justiça acontece com quem ultrapassa as ordens dos “mandachuvas”. Segundo o delegado da área investigações, estão sendo tomadas para combater a justiça ilegal desses criminosos.

O delegado Titular de São José de Ribamar, Jader Alves, afirma que a polícia está realizando ações para combater esse tipo de “justiça” que vem sendo cometida. “Mesmo que sejam bandidos, a polícia está aqui para defender e proteger a vida das pessoas. Nos próximos dias, pretendemos estar solucionando e identificando os possíveis ‘justiceiros’ que vem espalhando o terrorismo”, disse o delegado. Recentemente a Polícia Civil do MA, na DP Especial de São José de Ribamar, apreendeu uma menor de 16 anos após cometer assalto com um comparsa no município. Ao chegar à delegacia, foi visto que na mão da menor estaria alguns pinos ortopédicos. Ela foi interrogada pela polícia e confessou ter sido uma dívida que ela teria com seus “justiceiros”.

VER COMENTÁRIOS
MOSTRAR MAIS