Sem greve

Negociações entre patrões e empregados e greve que aconteceria na próxima segunda-feira, foi suspensa

Um novo encontro entre patrões e empregados está marcado para a próxima semana

Uma boa notícia para a população de São Luís: não vai ter greve de ônibus! Isso mesmo, a paralisação dos rodoviários foi suspensa durante rodada de negociação, realizada nesta sexta-feira (2). A greve estava marcada para a segunda-feira, dia 5. Um novo encontro entre patrões e empregados está marcado para a próxima semana.
O encontro foi mediado pelo Ministério Público do Trabalho (MPT) em que participaram representantes do Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Rodoviário do Estado do Maranhão (STTREMA) e do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de São Luís (SET).
Não houve avanço nas negociações, contudo, como se estabeleceu um canal de negociação entre patrões e empregados, o movimento paredista, marcado para a segunda-feira, dia 5, foi suspenso.
Uma nova rodada de negociações está marcada a tarde de segunda-feira, com a presença dos representantes da prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (SMTT), e do Governo do Estado, representado pela Agência Estadual de Mobilidade Urbana e Serviços Públicos (MOB).

Reivindicações dos rodoviários
A categoria dos rodoviários, que envolve motoristas, cobradores e fiscais de ônibus de São Luís, pedem um aumento de 13% nos vencimentos, além de fixação do tíquete-alimentação em R$ 650. Contudo, os empresários enviaram, como contra-proposta, reajuste salarial de 2,5%.
Na última quinta-feira, a Justiça do Trabalho determinou que 60% da frota de ônibus deveria circular em São Luís na segunda-feira, dia 5, caso houvesse a paralisação dos coletivos. Em caso de descumprimento, o STTREMA pagaria multa de R$ 1 mil por hora.

VER COMENTÁRIOS
MOSTRAR MAIS