Choque de "Papão"

Moto e Remo fazem o clássico “Papão” interestadual

O Rubro-Negro maranhense precisa vencer para se afastar da degola e o time paraense quer chegar no G4

Após dois empates em casa, o Moto Club faz um clássico interestadual contra o Remo, às 18h, deste sábado (24), no Estádio Mangueirão, em Belém-PA. O que chama a atenção é que as duas equipes tem o mesmo apelido: Papão. Sendo que o Moto é o Papão do Norte e o Remo o Papão da Curuzu.

O técnico Leston Júnior vai poder contar com dois jogadores que estavam fora por suspensão: o zagueiro Michel e lateral-esquerdo Lorran.

Com os retornos, o treinador deverá utilizar a formação que vinha usando com Márcio Arantes, Bebeto, Lula, Michel e Lorran; Felipe Dias, Diogo Oliveira, Válber e Raí, Vitinho e Rafamar.

Gênesis, que poderia seguir como opção para o ataque, sentiu dores na coxa esquerda e não viajou para Belém. O último treino do time em São Luís foi realizado na tarde da última quinta-feira, no campo do Leão Dourado. A viagem para o Pará foi na madrugada de sexta. O

>>Reforços podem jogar nesta rodada
Nesta semana, o Papão do Norte contratou um goleiro e um meia. Os dois estão aptos a jogaores, pois o goleiro Saulo e o meia Júnior Timbó ganharam condição de jogo e viajaram com a delegação. Os relacionados foram os goleiros Márcio Arantes e Saulo, assim Ruan.

Capitão volta ao time para enfrentar o Moto Club

O técnico Oliveira Canindé teve um tempo maior para conhecer melhor o elenco do Remo. Sem muito espaço para trabalhar a equipe para a partida contra o Botafogo-PB desde a sua chegada, o treinador manteve a maioria dos jogadores que vinham sendo titular com seu antecessor, Josué Teixeira. Um que não jogou contra os paraibanos, mas por conta da recuperação de uma lesão, foi o zagueiro e capitão Henrique, que espera poder voltar à equipe titular diante do Leão no jogo contra o Moto Club, neste sábado, no Mangueirão, em Belém. “É complicado ficar de fora. Infelizmente contra o Confiança eu torci o tornozelo esquerdo, o mesmo da partida contra o Brusque. Mas agora já passou e estou feliz por estar retornando e ficando à disposição do professor Canindé. É um cara que vem conhecendo melhor o grupo, e nos disse que acompanha o Remo desde 2015. Se precisar de mim, estou me sentindo bem física e tecnicamente. Estou 100%. É claro que eu quero jogar. Vinha jogando e acredito que estava fazendo bons jogos. Tínhamos sofrido dois gols. Mas quem entrou foi bem. Sempre trabalho forte para jogar, para estar na minha melhor forma, como estou agora”, disse o zagueiro.

Edgar pode “desequilibrar” partida
Um dos destaques do Remo é o atacante Edgar, que conhece muito bem o Moto Club, pois atuou por vários anos no Sampaio Corrêa, eterno rival do Papão maranhense. Em Belém, Edgar parace está bem à vontade e já aprontou dentro e fora de campo. O jogador gosta de enfrentar o Moto Club e sempre deixa sua marca. outro que está prestes a ser anunciado pelo papão da Curuzu é Pimentinha, que também estava no Sampaio e conhece muito bem o adversário.

VER COMENTÁRIOS
CONTINUAR LENDO
MOSTRAR MAIS