DICA

Água de quiabo para diabetes

O quiabo pode auxiliar a vida de quem sofre com diabetes, porém, não podemos contar isso como um efeito garantido

A Sociedade Brasileira de Diabetes (SBD) divulgou um alerta explicando que a água de quiabo não cura a diabetes. Apesar do vegetal contribuir com o controle dos níveis glicêmicos e da resistência à insulina – que é um fator associado ao desenvolvimento da doença – por ser fonte de fibras, ele não é capaz de resolver sozinho o problema da condição.

Assim,  e muito menos como a resolução de todos os problemas dos diabéticos.
Portanto, quem sofre com o problema pode até consumir a água de quiabo para diabetes, porém, não pode deixar de seguir o tratamento indicado pelo médico e parar de tomar os remédios indicados por ele, assim como não obedecer à dieta específica e deixar de lado a prática de atividades físicas, que também fazem parte do tratamento da doença.


Como fazer água de quiabo

Ingredientes:
4 quiabos;
200 ml de água.
Modo de preparo:
– Cortar os quiabos pela metade e descartas suas pontas;
– Colocá-los em um copo com os 200 ml de água, tampar o copo e deixar de molho durante a noite.

DICA: Recomenda-se consumir a água em jejum e esperar meia hora antes de comer ou tomar alguma coisa.

Cuidados com o quiabo
Um estudo realizado por pesquisadores de Bangladesh mostrou que o alimento pode bloquear a absorção de metformina, um medicamento utilizado justamente para auxiliar o controle dos níveis de açúcar no sangue.

Para que serve a água de quiabo?
Já vimos que realmente a água de quiabo emagrece, se consumida num contexto saudável, mas além disso ela ainda pode trazer os seguintes benefícios:

– Auxílio à digestão;
– Melhoria da visão;
– Ameniza a prisão de ventre.
>>Já o quiabo em sua forma natural está associado aos benefícios listados abaixo:
– Rico em folato, que é importante para as gestantes;
– Fortalecimento dos ossos e prevenção da osteoporose;
– Possui propriedades anti-inflamatórias;
– Fonte de antioxidantes que combatem os radicais livres causadores de doenças como câncer e que promovem o envelhecimento;
– Auxílio ao tratamento de gripes e resfriados;
– Contribui com a diminuição dos níveis do colesterol do mal – o LDL;
– Prevenção da arteriosclerose;
– Faz bem à saúde da pele;
– Estímulo ao sistema imunológico;
– Prevenção da anemia;
– Fonte de aminoácidos como triptofano e cistina;
– Oferecimento de suporte às estruturas dos capilares sanguíneos;
– Alimenta as bactérias do bem presentes no intestino que são importantes para a saúde do trato intestinal

VER COMENTÁRIOS
CONTINUAR LENDO
MOSTRAR MAIS