MARANHÃO

Site europeu destaca programa que alfabetizou 7 mil pessoas

O portal explica, ainda, que o programa é uma das principais referências do desenvolvimento humano nesta região do Brasil

site de notícias Notimérica, do grupo EuropaPress, noticiou como o Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST) tem desenvolvido, desde 2016, um programa de alfabetização para jovens e
adultos no Maranhão com base em um método chamado “Yes I Can”. No Brasil, o projeto foi intitulado “Sim, eu posso!”.

Segundo a publicação, através deste programa, também utilizado em países como Bolívia e Venezuela, já ajudou cerca de 7.000 pessoas a aprender a ler e escrever, entre 2016 e fevereiro de 2017.

O portal explica, ainda, que o programa é uma das principais referências do desenvolvimento humano nesta região do Brasil. Em fevereiro, ocorreu o Seminário de Encerramento Estadual da ‘Jornada de Alfabetização do Maranhão: ‘Sim, Eu Posso!’, no Centro de Convenções Paulo Freire, na Universidade Federal do Maranhão (UFMA).

Ao todo, segundo o MST, dos 9.492 educandos matriculados no ‘Sim, Eu Posso!’, aproximadamente 75% foram efetivamente alfabetizados, totalizando mais de sete mil jovens, adultos e idosos, que tiveram a oportunidade de enfrentar o desafio de vencer o analfabetismo, nos oito municípios participantes da Jornada.

O projeto envolveu mais de 10 mil pessoas nos municípios de Aldeias Altas, Água Doce do Maranhão, Governador Newton Bello, Jenipapo dos Vieiras, Itaipava do Grajau, Santana do Maranhão, São João do Carú e São Raimundo do Doca Bezerra.

VER COMENTÁRIOS
CONTINUAR LENDO
MOSTRAR MAIS